Debate público: a universidade necessária

  Com os cortes orçamentários, os cortes de bolsas de pesquisa, e o programa Future-se, o governo Bolsonaro apresenta à sociedade o seu modelo de universidade pública. Um modelo voltado para as demandas do projeto ultraliberal das classes dominantes e para o aprofundamento da dependência do Brasil aos países centrais do sistema capitalista global.

 

  Diante disso, urge que os estudantes e a classe trabalhadora resgatem a discussão sobre a reforma universitária. O modelo atual de universidade caducou. Se ele nunca serviu à classe trabalhadora, hoje tampouco serve à classe dirigente. Enquanto o governo tenta nos impor o seu novo projeto, se faz necessária a discussão sobre qual projeto de universidade defendemos.

 

  Neste contexto, a militância pela Revolução Brasileira na Educação convida a todos para um debate público sobre a Universidade Necessária, a ocorrer no dia 01 de outubro no IFCS, e que contará com a participação da Esquerda Marxista, do Movimento Revolucionário de Trabalhadores, e do Partido Comunista Brasileiro.

 

Militância pela Revolução Brasileira convida:

Debate Público: a universidade necessária

 

   1º de outubro – terça-feira – 18h

 

Participação:

Felipe Araújo: Doutorando de Filosofia pela UFRJ (Esquerda Marxista)

Hiran Roedel: Historiador e Doutor em Comunicação pela UFRJ (PCB)

Rômulo Corrêa: Doutorando em Filosofia pela UFRJ (Revolução Brasileira)

Simone Ishibashi: Doutoranda em Economia Política Internacional pela UFRJ (MRT)

 

Local: IFCS – Sala 106

Largo São Francisco de Paula, 1

Centro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *